Revista Acrobata chega a 4ª edição e tem lançamento neste sábado

Em sua 4ª edição, a Acrobata vem resistindo e se reafirmando na produção independente. Seu novo número terá o primeiro lançamento em Teresina, amanhã (28), a partir das 19h, na livraria Entrelivros. O evento contará também com a publicação do livro “O Galope de Ulisses”, do poeta alagoano José Inácio V de Melo.

11104286_893056050751380_2117076609_nMas antes de ser apresentada para o público piauiense, a revista marcou presença no dia 23 de março, na Mostra do Filme Livre, realizada no Rio de Janeiro. O evento aconteceu no Centro Cultural Banco do Brasil e contou com um intenso público prestigiando a contribuição piauiense no campo literário e audiovisual.

A cada nova edição, os editores da Acrobata se arriscam mais, pisando firme em caminhos ainda mais abstratos. Para Demetrios Galvão, um dos editores, finalizar mais um número, traz uma felicidade e satisfação imensa. “A nossa quarta edição proporciona, em nós editores, uma felicidade que enche o peito e transborda pelo corpo todo. Esperamos que essa felicidade possa contagiar os nossos leitores”, afirma entusiasmado.

Demetrios Galvão e Thiago E / Foto: Arquivo Pessoal

Demetrios Galvão e Thiago E / Foto: Arquivo Pessoal

Neste novo número, é possível notar que a revista está se aprofundando ainda mais em grandes diálogos culturais junto com as produções contemporâneas desenvolvidas no Brasil. Esta atual edição, conta com a colaboração de autores de dez estados do país que, dispostos dentro da revista, compõem um cenário múltiplo de debates no campo literário e audiovisual.

A revista também levanta uma discussão a respeito do atual cenário de quadrinhos no Piauí, além de trazer como principal homenageado, um dos principais quadrinistas do Estado, Arnaldo Albuquerque, morto no inicio de 2015.

Para quem não puder comparecer na Entrelivros, a 4ª edição da Acrobata já está com uma agenda de lançamento cheia, dando a oportunidade de prestigio pelos mais diversos públicos:

28/03 – Livraria Entrelivros

07/04 – SESC/RJ

07/04 – UESPI, Campus Poeta Torquato Neto, em Teresina

17/04 – Espaço Zumbi

Anúncios

Na Imprensa |Portal O Olho | Blog Transver

A poesia de Demetrios Galvão | Por Luana Sena

Nos recitais, nas aulas de História, ou saraus de poesia: não é difícil encontrar a figura de Demetrios Galvão. Ele estreou na poesia em 2001 com “Cavalo de Troia”, meio anarco-punk, poesia marginal. “Antes eu queria ‘bater’ no leitor com textos porrada”, revela o escritor. “Agora eu quero atravessá-lo com deslocamentos bonitos e suavidade”.
Essa maturidade na escrita, acredita, é sentida em Bifurcações (Patuá, 2014), obra mais recente do poeta piauiense. O livro é uma reunião de 40 poemas divididos em quatro capítulos de dinâmica própria. O projeto gráfico é do artista Leonardo Mathias, e a apresentação de Afonso Henrique Neto.

content_DSC_0593Bifurcações, seu 4º livro, foi antecedido por Insólitos (Corsário, 2011). A necessidade de publicar, parte da ânsia por escrever – para ele poesia e vida são indissociáveis. “No Bifurcações, me coloco mais como observador, mesmo que eu esteja dentro da ação que observo. Tem um movimento diferente na linguagem”, analisa o escritor. “Acho que essa é uma leve diferença entre os dois livros”.

O livro teve lançamento na Balada Literária em São Paulo, no ano passado, e pretende esse ano circular por Fortaleza, São Luís e Bahia. “Estou escrevendo para pessoas de todo o mundo, bem como para os que estão perto de mim”, diz Demetrios. Hoje à noite, ele será um dos homenageados do Café Literário promovido pela revista Revestrés na livraria Anchieta. Na entrevista feita, Demetrios fala mais sobre sua produção e a importância do intercâmbio literário. Confira clicando aqui!